Ir para conteúdo
Restauro Documental

No âmbito das suas atribuições e competências o Serviço de Arquivo Municipal tem vindo, cada vez mais, a desempenhar funções ao nível da conservação e restauro da documentação, consolidando documentos que, desde sempre, integraram o seu espólio mas também aqueles que nos vão chegando através de doações.
Falamos da documentação de carácter histórico que pela sua longevidade foi alvo de diferentes tratamentos, sujeita a sucessivos manuseamentos e cuidados e que, naturalmente, por inerência da idade denota algum estado de degradação.
Precavendo que a perda seja a menor possível, o Arquivo Municipal tem vindo, a par das tarefas de tratamento arquivístico dos documentos, a sujeitá-los a práticas de conservação e restauro tendo o resultado sido muito positivo e gratificante.
Desde a consolidação quase total, nos casos em que a documentação nos chega em avançado estado de degradação, até à consolidação apenas parcial ou mesmo somente a pequenos reparos, o facto é que as técnicas de restauro apostas em cada um dos documentos permitiram passar a poder manuseá-los mas, mais do que isso, a ter acesso à sua informação e conteúdo.
 As técnicas de consolidação e restauro têm sido aplicadas um pouco por todos os fundos documentais, desde a Coleção de Plantas Arquitetónicas, ao Fundo Documental da Família Aires de Mendonça e até ao Espólio Fotográfico totalizando cerca de quinhentos documentos restaurados.